• SADY

Saiba quando trocar o para-brisas



O para-brisa é uma peça essencial para garantir a segurança de seu veículo. Sem ele, especialmente em dias chuvosos, a visão do trânsito pode ficar comprometida. Além disso, ao circular com o para-brisa danificado, o motorista pode ser multado, ter o veículo retido e receber pontos na carteira.


Para não correr qualquer risco, é essencial ficar atento com o seu para-brisa. Caso ocorra qualquer dano nele, até mesmo o mais simples, é recomendado a sua troca ou reparação. Pois, a tendência é que o problema só piore com o tempo.


Mas qual a diferença entre reparo e troca de para-brisa?


A depender do tipo de trinca, não é necessário trocar todo o equipamento. Quando o para-brisa riscar ou trincar é muito importante protegê-lo contra a umidade, poeira e oleosidade (existem películas auto-adesivas específicas para isso.


Um técnico capacitado será capaz de dizer se o reparo é possível ou se a troca completa do para-brisa será necessária. De forma geral, o reparo é viável quando a trinca é pequena e recente.


Caso não seja possível o conserto, a troca completa será necessária. É vital ter cuidado no momento de comprar a peça: busque sempre itens originais. As imitações podem gerar ainda mais dor de cabeça no futuro.


Como trocar o para-brisa?


Para isso é necessário procurar um profissional ou oficina que saiba realizar este tipo de serviço. Pode não parecer, mas essa é uma tarefa complexa que pode causar ainda mais danos caso seja feita de maneira incorreta.


O limpador de para-brisa também merece atenção


Ele é outra peça muito importante e que carece de ser trocada de tempos em tempos. Para observar se os limpadores de para-brisa estão em más condições de uso, fique atento nas seguintes situações:


  • falhas de limpeza no local limpado pelas palhetas de borracha;

  • trepidações;

  • ruídos durante o uso.

Também vale lembrar que, ao contrário do para-brisa, o limpador pode ser trocado pelo próprio motorista.

Como conservar o para-brisa?

Caso o seu para-brisa esteja em perfeito estado é interessante saber preservá-lo. E o cuidado mais importante é dirigir de forma cautelosa. Evite altas velocidades e a realização de movimentos bruscos.

Moderar no ar condicionado também pode ser uma boa estratégia. Durante o uso, mude a temperatura de forma gradual para evitar o choque térmico. Inclusive, existem adesivos térmicos que auxiliam no controle da temperatura interior do veículo.

Também é importante trocar periodicamente as palhetas. Por ficarem muito expostas ao sol e chuva, elas podem sofrer com ressecamento. Ainda, é nocivo acionar o limpador com vidro seco e, sempre que possível, renove o reservatório do limpador!

Esperamos ter ajudado! Para mais dúvidas, dicas e explicações sobre o universo dos automóveis e autopeças, não perca os conteúdos do nosso blog e acompanhe as nossas redes sociais!


3 visualizações0 comentário