• SADY

Multas de trânsito nunca mais: dicas para evitar as infrações



Em meio a rotina corrida, a maioria das pessoas passam grande parte do tempo em algum transporte. Os motoristas de tanto usarem o automóvel costumam ficar à vontade no veículo e podem acabar cometendo pequenos descuidos, que representam um prejuízo tanto para a segurança quanto para o bolso! Pensando nisso, nós da Sady preparamos algumas dicas para evitar as infrações de trânsito.


Quais são as infrações mais comuns?


Usar celular enquanto dirige


Atualmente, é uma das infrações mais comuns entre os motoristas, porém não a menospreze! Ela é considerada uma infração média pelo código de trânsito brasileiro. Afinal, o celular distrai a pessoa do volante e pode causar acidentes graves, como atropelamentos e batidas em outros automóveis. Ainda, o uso do aparelho impede que a pessoa fique com as duas mãos no volante, o que não é o ideal.


Não dar preferência ao pedestre


Assim como ensina nas aulas de legislação, o motorista tem responsabilidade com os pedestres e deve prezar pelo seu bem-estar. Assim, não dar preferência ao pedestre é considerada uma infração grave pelo código penal.


Excesso de velocidade


Em cada trecho é permitido determinada velocidade. Quando o motorista ultrapassa o máximo em até 20%, a infração é considerada média. Entre 20% e 50% a infração é grave, enquanto acima de 50% a infração é gravíssima.

É importante obedecer o limite devido ao tipo de tráfego. Por exemplo: locais onde a máxima é de 40 km por hora têm circulação de pedestres frequentemente, onde o excesso de velocidade pode ser perigoso.

Desrespeitar o sinal vermelho

Ignorar o sinal vermelho é uma infração grave. Afinal, pode comprometer todo o fluxo do trânsito e causar acidentes.

Estacionar em local proibido

Essa é uma prática relativamente comum, mas, além da penalidade, o motorista pode ter a sua CNH apreendida. A classificação da infração (média, grave ou gravíssima) depende do local onde o automóvel estiver estacionado.

Não usar cinto de segurança

O uso de cinto de segurança é fundamental para garantir a segurança do condutor e dos ocupantes do veículo. Isso sem contar na preservação da saúde de terceiros, visto que em alguns acidentes a pessoa sem cinto é arremessada e pode atingir alguém.

Circular sem cinto de segurança é considerado uma infração grave e a multa é multiplicada de acordo com o número de integrantes do automóvel que desrespeite tal uso.

Já sei as infrações, mas como evitá-las?

Saber quais são as infrações é a forma mais eficiente de evitar as multas. O Código de Trânsito Brasileiro (disponível de forma interativa aqui e na íntegra aqui) disponibiliza todas as mudanças do trânsito, da frota do país e da sociedade. É um documento dinâmico: deve ser sempre revisado e compreendido para que você não seja surpreendido por um novo detalhe. Por exemplo, recentemente manter os faróis acesos durante o dia nas rodovias passou a ser obrigatório.

Ficar antenado ao noticiário também é de grande ajuda, pois as maiores alterações são divulgadas em larga escala e com antecedência para a adequação de motoristas, fabricantes, pedestres e quem mais for afetado.

Estar sempre em dia com a manutenção de seu veículo também é primordial para evitar multas. Um automóvel em boas condições oferece mais segurança a todos da sociedade.

Caso a manutenção de seu veículo não esteja em dia, não hesite em procurar a Sady Motores e Autopeças! Para mais informações e dicas não perca os conteúdos do nosso blog e acompanhe as nossas redes sociais!


9 visualizações0 comentário