• SADY

Gasolina aditivada ou comum? Saiba qual usar!


A gasolina é um dos combustíveis mais utilizados nos automóveis brasileiros. Mas afinal, você sabe a diferença entre a gasolina comum e a aditivada? Essa é uma dúvida comum na hora de abastecer. Nesse texto, vamos te explicar as características de cada uma delas, e qual é a melhor para seu carro.


Gasolina Comum


Obrigatoriamente possui 25% da sua composição formada por etanol (álcool etílico) conforme estabelecido pela Portaria nº 143 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Não conta com aditivos de limpeza ou substâncias que protegem o motor e possui um grau de octanagem mínimo de 87.


O grau de octanagem se refere à resistência do combustível ao se misturar com o ar, sem que a faísca da vela dispare pelo sistema de ignição. Quanto maior a octanagem, maior a compressão do combustível no motor e maior a sua eficiência.


Ao longo do tempo, a gasolina comum pode soltar resíduos sobre as válvulas de admissão, responsável pela mistura de ar e combustível nos cilindros do motor. Sendo assim, a sujeira acumulada pode afetar o bom funcionamento do veículo e ocasionar o aumento do consumo desse combustível.


Gasolina Aditivada


Possui o mesmo índice de octanagem da gasolina comum. A diferença é que esse combustível carrega um detergente em sua composição que dissolve a sujeira acumulada no motor. Além disso, essa gasolina possui aditivos que lubrificam as partes internas do motor, reduzindo o atrito entre elas.


Dessa forma, a gasolina aditivada promove um melhor desempenho no veículo (como uma maior potência das acelerações), maior durabilidade e um menor consumo de combustível.


Gasolina Premium


Utilizada em automóveis de alta performance, como carros esportivos e de luxo. Possui um maior grau de octanagem (91 octanas), que tem efeitos práticos nos carros já citados, que conseguem superar 200 km/h. Nos carros de menor potência, o efeito de usar esse combustível é imperceptível.


Qual gasolina usar?


Antes de tudo, é importante conferir no manual do proprietário as informações sobre seu motor e sobre qual o combustível adequado. Nele você também pode verificar a octanagem mínima para o funcionamento de seu veículo, que no Brasil costuma ser de 87 octanas, índice encontrado tanto na gasolina comum, quanto na aditivada. Se estiver viajando em outro país, certifique-se de nunca usar uma gasolina com um grau de octanagem menor do que o mínimo recomendado para o seu carro.


Na hora de abastecer, é importante lembrar que a alta octanagem do combustível não tem a ver com a sua qualidade. Dessa maneira, se você não tem um carro de alta performance, não se deixe enganar com esse argumento, pois você poderá estar pagando mais caro por uma gasolina sem efeitos práticos para seu veículo.


Atente-se também para o fato de que a gasolina comum possui a mesma potência da gasolina aditivada. O que difere as duas é a limpeza e lubrificação que a aditivada proporciona ao motor do automóvel. Desse modo, é recomendado que se abasteça com esse combustível periodicamente, como a cada 4 tanques, para evitar o acúmulo de resíduos em seu motor.


Para saber mais sobre o universo automobilístico e motores, fique sempre ligado na Sady Retífica de Motores e Autopeças. E não se esqueça de nos seguir nas redes sociais. Estamos sempre pensando em novas formas de cuidar do seu carro e dar dicas preciosas!


2 visualizações