• SADY

Como escolher uma retífica de motores?


Geralmente, após 200 mil km rodados, é necessário que um motor de carro passe por uma retífica. Além disso, existem sinais de funcionamento que determinam se o seu veículo precisa passar por uma retífica de motores completa ou parcial.


Mas o que muitos donos de automóveis perguntam é como saber se o trabalho da retífica foi feito com qualidade e que seu carro está seguro para rodar? E, acima de tudo, como escolher a retífica certa?


Por isso, separamos algumas orientações e cuidados a serem observados na hora de deixar seu carro para uma revisão nos motores.


Vistoria minuciosa do motor


Antes de mais nada, é necessário que o profissional escolhido entenda muito bem de motor de carro. Procurar uma retífica de motor especializada é o mais indicado nessa situação. O profissional preparado para lidar com motores fará uma avaliação completa e detalhista de todas as peças do motor e diversos testes de funcionamento.


Além disso, fornecer todas as informações do funcionamento do seu carro para que o profissional possa detectar o problema da melhor forma é fundamental. Não se esqueça que ele deve estar a par de quaisquer ruídos estranhos, aquecimentos e vazamentos. Isso irá garantir que uma vistoria minuciosa do motor seja feita, nos mínimos detalhes, o que pode determinar se o serviço de retificar será bem sucedido.


Instalações e transparência da retífica de motores


Uma boa retífica de motores estará preparada para receber seu veículo, desde peças a ferramentas e todo material tecnológico necessário para melhor avaliar e retificar o motor do seu carro.


Esteja sempre atento aos detalhes da instalação e forma de trabalho. Um bom profissional sempre será claro em relação aos problemas do seu motor, quais peças precisam ser completamente substituídas e quais partes serão re


paradas. Os problemas devem sempre ser apontados, para que não haja confusões na hora da entrega do serviço e que você saiba qual peça ou desgaste estava causando determinado problema.


Além de tudo isso, as marcas e modelos das peças utilizadas por uma retífica de motores devem ser de qualidade e compatíveis ao modelo do seu veículo. Uma retífica que usa marcas e ferramentas bem avaliadas, importadas especialmente para os automóveis específicos e de primeira linha tem muito mais índice de confiabilidade, afinal, o bom funcionamento do seu carro é sinônimo de segurança.


Limpeza e organização da retífica


Como dissemos anteriormente, é preciso estar sempre atento aos detalhes da instalação, isso inclui a infraestrutura e organização do local.


Não é por tratar-se de uma oficina que o ambiente pode ser desorganizado e sujo, pelo contrário, todas as ferramentas e maquinários devem estar sempre limpos e sem resíduos de trabalhos anteriores, para que ofereçam um melhor desempenho. Atente-se também para a conservação dos materiais, se eles estão sujos de óleos, enferrujados, etc.


Além disso, a organização da oficina é importante, afinal, um local organizado muito provavelmente reflete a maneira como os profissionais ali trabalham e, assim como a questão da limpeza, vão otimizar tanto o tempo, quanto a qualidade d

o serviço.

Avaliação da retífica


Uma boa pista de que a retífica é de qualidade pode estar na internet. Através de avaliações e a forma como um estabelecimento se posiciona, mostrando transparência em relação a seus serviços e marcas parceiras, é um bom indício de que seu carro estará nas mãos certas.


Por fim, esteja atento ao modo como seu carro funciona após a entrega, depois de passar pela retífica de motores. Certifique-se de que a retífica está disponível para contato.


O funcionamento do seu carro é prioridade para sua segurança. Para mais informações e dicas, fique conectado com a SADY.






0 visualização