• SADY

Carros Antigos: como cuidar das relíquias


Todo amante de carros sabe que os cuidados com o automóvel são essenciais para preservar a qualidade e prolongar a vida útil de seu veículo. E no caso dos carros antigos, a atenção deve ser redobrada! Afinal, além do maior desgaste pelo tempo, eles também funcionam de uma maneira diferente da atual.



Pensando em você que é apaixonado pelas relíquias automotivas, e não sabe ao certo quais cuidados tomar, a Sady preparou algumas dicas sobre como preservar o seu veículo antigo:


Entre em contato com outros colecionadores


A paixão por carros antigos é compartilhada entre várias pessoas e não é difícil encontrar algum grupo ou página do Facebook que reúna diversos colecionadores. Este contato pode ser super enriquecedor e vocês podem trocar uma série informações sobre qual a melhor forma de cuidar de sua relíquia.


E não só isso: vale lembrar que peças antigas e mecânicos especialistas no assunto são raros de achar. Por meio desse diálogo, você pode descobrir onde achar peças para o seu carro e profissionais de qualidade.


Esquente o motor antes de dirigir


Essa dica pode parecer ultrapassada, mas ela é recomendada até para os veículos novos. O motor do carro foi projetado para funcionar em uma temperatura ideal. Dessa forma, começar a mover o automóvel já com o aquecimento adequado diminui as chances de futuros danos e melhora o desempenho do carro.


Tenha cuidado redobrado com a bateria


Mesmo quando o carro está parado a bateria pode se esgotar. Isso acontece porque alguns itens a consomem independente do veículo estar ligado ou não. Esse é o caso, por exemplo, do alarme, rádio, rastreadores e outros componentes eletrônicos.

Se o seu carro antigo fica em grande parte do tempo parado, não se engane! Ao ligá-lo existe a chance dele estar sem bateria e não conseguir rodar.


Dê atenção aos freios


Os automóveis antigos têm sistemas de freio diferentes dos de hoje. Os carros das décadas de 70 e 80, possuem sistema de freio por tambor, enquanto os atuais, a disco.


Ao longo do tempo, a lona de freio dos veículos antigos se desgasta, e a troca é inevitável. Mas é possível prolongar a sua vida útil por meio de uma direção mais suave. Freadas bruscas são péssimas para toda a estrutura do veículo.


Troque o óleo com frequência


As peças de reposição para carros antigos além de serem difíceis de se encontrar, elas podem ser bem mais caras do que as peças mais novas. Por isso, a lubrificação delas requer ainda mais atenção.


Também, é muito importante rodar o carro periodicamente para que o óleo não perca a sua capacidade de lubrificação. 20 minutos por semana, com o motor funcionando, já são suficientes!


Além disso, é válido ficar atento ao consumo de óleo pelo motor e em eventuais vazamentos, pois esses podem ser indicadores de que a manutenção é necessária.


Dirija com cuidado


Apesar de ser algo comum nos automóveis atuais, a direção hidráulica é rara e, se existir, funciona de maneira diferente nos carros antigos.


Hoje em dia, o veículo quando sai da fábrica possui uma direção que mascara todo o esforço feito pelo carro para realizar manobras quando este está parado. Mas, tais movimentos causam grande stress sobre toda a estrutura do automóvel. Os veículos clássicos são mais sensíveis e sentem de forma intensa esse desgaste.


Quando for manobrar ou tiver que girar o volante por algum motivo, tente fazê-lo com o carro em movimento. Além disso, trocar as marchas devagar e não pisar fundo no acelerador também são ótimas formas de prevenir o stress no carro.


Cuide dos pneus


Trocar os pneus periodicamente, por questões de segurança, é um cuidado básico a ser tomado a qualquer veículo. E novamente, quando se trata de modelos antigos o cuidado deve ser ainda maior.


Carros clássicos tendem a ficar mais tempo parados e é muito importante conferir se os pneus não estão baixos e, caso estejam, é vital calibrá-los. Pneus murchos podem deformar a cinta de metal interna.


E vale lembrar que os pneus possuem prazo de validade! Não rode os de seu automóvel se a data estiver expirada, pois (ao entrarem em contato com o asfalto) ficam mais suscetíveis a danos. Nunca esqueça de checar a data na parte lateral dos pneus.


Eaí, após nossas dicas você se sente mais confiante para cuidar de seu carro antigo? Caso você tenha mais dúvidas ou queira realizar alguma manutenção em seu veículo não exite em procurar a SADY Retífica de Motores e Autopeças. Nossos profissionais estão prontos para cuidar de sua relíquia!

Para mais informações e dicas não perca os conteúdos do nosso blog e acompanhe as nossas redes sociais!


7 visualizações0 comentário